Dieta Paleolítica





Imagem sobre Dieta Paleolítica,

Trouxe hoje um assunto que falo sempre no consultório, principalmente na primeira consulta, e que tem sido alvo de muitas dúvidas entre os meus pacientes - a dieta paleolítica. 

 

Aos poucos, irei trazendo o que puder em termos de novidades para que vocês fiquem mais esclarecidos e possam ajudar a propagar estas informações.

 

O termo “paleolítico” se refere a um período muito antigo e anterior à agricultura. A dieta paleolítica é a dieta a qual a nossa espécie está geneticamente adaptada, ou seja, a dieta pela qual os nossos genes foram moldados.

 

Naquela época, os homens eram nômades e iam se alimentando daquilo que encontravam. Pescavam, caçavam, comiam frutas, insetos e larvas e o  mais que conseguiam.

 

Portanto, não consumiam produtos refinados, alimentos processados e grãos!

 

Do ponto de vista evolutivo, não podemos ingerir tais alimentos sem prejuízo inestimável para a saúde!

Na dieta paleolítica, não se consome grãos, açúcar, laticínios, e alimentos processados.

 

Durante 99,5% da nossa evolução, nosso organismo não foi preparado para lidar com carboidratos. Isso explica porque podemos sintetizar todos os carboidratos necessários ao funcionamento do organismo a partir de proteínas e gorduras.

 

 

A ingestão de grãos é um fenômeno cultural. Pessoas de várias partes do mundo sequer sabem o que é “arroz e feijão”. A eliminação total de grãos da dieta (massas em geral, farinha, pão, biscoito, bolo, macarrão, aveia, centeio, cevada, milho, etc) já altera de maneira positiva o funcionamento do organismo como um todo, não somente no controle do peso, como também na síndrome metabólica e doenças autoimunes (pela eliminação do glúten).  

 

É por isso que na minha prática, eu não faço cardápios que contenham tais alimentos. Aliás, como eu sempre explico durante as consultas, alimento não é o mesmo que nutriente: nem tudo que alimenta, nutre!

 

Exemplo de almoço paleo adaptado para os dias de hoje:

 

Salada de Alface, Tomate, Cebola e Palmito

Carne Assada com Bacon

Cenoura Sauté (Cozida e Refogada na Manteiga)

Morangos com Creme de Leite (Normal, não-light)

 

O organismo reconhece cada alimento e sabe o que fazer com ele. Tudo será digerido e encaminhado para cumprir o seu papel na nutrição do corpo. Isso só é possível porque estamos GENETICAMENTE preparados para tal. 

 

A escolha dos alimentos é fundamental para o equilíbrio nutricional e que só pode ocorrer quando tudo o que consumirmos for compatível com nosso organismo.

 

Pense nisso e bom apetite!

 

 

 

 

 






* campos obrigatórios




enviando e-mail
Ocorreu um erro. Tente novamente!
Enviado com sucesso!
e-mail inválido